Stage PZS eletrónico
Solução logística eficiente para a PSZ electronic

Juntos conseguimos alcançar tudo

A eletrónica está em alta: Com um novo armazém semiautomático de corredores estreitos e o WMS da série 2 da Jungheinrich, a PSZ electronic, do Upper Palatinate, líder de mercado no fabrico de cabos, continua com o seu crescimento dinâmico.

É gratificante quando uma empresa tem sucesso, mas o crescimento também acarreta os seus próprios desafios. «A nossa infraestrutura de logística já estava no seu limite. O nosso antigo armazém, predominantemente manual, com uma capacidade para apenas 1500 paletes, já não era capaz de lidar com os aumentos das vendas anuais de mais 20 por cento em alguns casos», explica Andreas Prey. Aos 33 anos, ele é o diretor de logística da PSZ electronic GmbH em Vohenstrauss, no distrito de Neustadt an der Waldnaab, em Upper Palatinate. A empresa produz e monta soluções de cabos e sistemas para a tecnologia de aquecimento e ventilação, engenharia mecânica, engenharia industrial, fabrico de ferramentas e construção de equipamentos especiais, assim como produtos para líderes de mercado em tecnologia médica. A PSZ electronic emprega cerca de 1000 pessoas em todo o mundo, com instalações de produção distribuidas pela Alemanha, República Checa, Albânia e Tunísia.

O centro de logística em Vohenstrauss é onde tudo converge: é o ponto central concebido para supervisionar o movimento de todas as matérias-primas e dos produtos acabados. O centro de logística controla não apenas o fluxo de materiais entre as diversas instalações de produção, como também a entrega aos clientes específicos. Esta é uma tarefa bastante exigente. «Atualmente, temos várias dezenas de milhares de itens no nosso portfolio de produtos, que têm de ser embalados numa grande diversidade de variantes e rotulados de acordo com as especificações do cliente», afirma Prey. Para isso, a empresa utiliza códigos QR. Estes códigos bidimensionais, com a sua matriz de quadrados pretos e brancos, apresentam grandes vantagens em termos de densidade de informação em relação a códigos de barras mais simples, como os códigos EAN ou NVE normalmente utilizados na logística.

O cliente torna-se um parceiro

Na sua busca de uma nova solução logística mais eficiente, Prey procurou os conselhos de especialistas: «Uma vez que a Jungheinrich é um dos nossos clientes, rapidamente entrámos em contacto com os nossos colegas para discutir que método de expansão do armazenamento e conversão de sistemas seria mais adequado para os nossos requisitos», lembra Prey.

«A questão que colocámos foi: De que forma o espaço existente pode ser melhor utilizado para atingir a capacidade máxima de armazenamento? E sem esquecer: Como podemos garantir uma reação flexível aos desafios do futuro?», revela Prey.

O resultado do subsequente processo intenso de consultoria e planeamento do projeto com os especialistas em logística da Jungheinrich na Bavaria foi uma reconstrução completa do armazém. O armazém de corredores largos convencional teria de ser substituído por um armazém semiautomático de corredores estreitos com uma capacidade para mais de 5000 paletes. Para melhorar a eficiência de preparação de encomendas, a segurança e a ergonomia, o sistema foi concebido para o empilhamento transversal com uma profundidade da estanteria de 800 milímetros. As estanterias são abordadas por dois empilhadores para estanteria alta EKX 410. Os empilhadores estão equipados com guiamento indutivo, terminais, scanners e sistemas de navegação no armazém, podendo ser operados de forma intuitiva e extremamente fiável pelo pessoal de armazém da PSZ. Por exemplo, basta premir um botão para que o sistema de navegação no armazém conduza o empilhador para corredores estreitos até ao seu destino. Toda a informação está reunida no sistema de gestão de armazéns, o WMS da série 2 da Jungheinrich. Mesmo esta variante básica do WMS é capaz de sincronizar todo o fluxo de materiais e informação. Isto permite uma gestão e um controlo otimizados do armazém. Por último, devido a um grande número de módulos diferentes, o software pode ser adaptado de modo flexível a alterações no armazém, estando, portanto, preparado para o futuro.

Armazém de corredores estreitos semiautomático com empilhador para corredores estreitos EKX 410
O WMS série 2 é controlado a partir do local de trabalho móvel Jungheinrich

Apoio otimizado dos processos de armazenamento e recolha

Segundo Prey, «Este sistema eleva a nossa infraestrutura de logística a um nível totalmente novo. Com o novo armazém, conseguimos agora mapear e apoiar de forma otimizada os processos de armazenamento e recolha para todos os nossos itens. Isto poderia envolver a movimentação de europaletes, caixas de malha metálica ou cartão e contentores para preparação de encomendas na logística de peças pequenas», explica Prey, referindo-se à enorme variedade de produtos e, consequentemente, nos requisitos diversos em termos de embalagens e, respetivas, dimensões. Por exemplo, uma cablagem da PSZ poderia ter oito metros ou apenas alguns centímetros de comprimento.

A mudança do antigo armazém para o novo decorreu no período de passagem de ano 2016/2017. «Quisemos propositadamente começar do zero e fazer a mudança do antigo armazém para o novo num único dia.», afirma o diretor de logística da PSZ. «Foi um trabalho de equipa fantástico.» Ao longo de quatro semanas em dezembro, todos os envolvidos — os funcionários da PSZ e os colaboradores da Jungheinrich — reuniram esforços. Para Prey, era crucial envolver desde o início os funcionários que, eventualmente, teriam de operar o sistema de modo independente no projeto. «O sistema é fácil de compreender e podemos rapidamente familiarizarmo-nos com as diversas funções», afirma Prey.

«Os nossos funcionários gostaram de imediato do nosso novo armazém de corredores estreitos e do WMS da série 2. Do ponto de vista dos funcionários, o novo armazém semiautomático não simplifica apenas os seus processos de trabalho, como também os torna muito mais transparentes, por isso, eles conseguem compreender melhor o seu papel na organização como um todo. Por sua vez, isto ajuda-os a identificar-se com o seu trabalho».

Visão geral melhorada e processo de encomenda completo

O especialista em logística está particularmente satisfeito com o facto de a qualidade do trabalho de cada colaborador ter melhorado significativamente com a construção do novo armazém. Prey explica como os processos melhoraram: «Enquanto que, no antigo armazém, os funcionários passavam muito tempo à procura de um produto específico, agora eles sabem — com a função de gestão de inventário em tempo real — que quantidade do ítem pretendido pode ser encomendada num determinado local a qualquer momento. A solução de dados de rádio combinada com o sistema de gestão de armazéns, o WMS da série 2 da Jungheinrich, cria o ambiente perfeito. Para primeira vez, o processamento de encomendas é realizado sem papel. O resultado é uma melhor visão geral, uma maior transparência e um processo de encomenda completo. O trabalho é muito mais eficiente e simples, e a taxa de erros desceu para um mínimo.»

Andreas Prey, Logistikleiter PSZ electronic
Andreas Prey
Diretor de logística na PSZ electronic GmbH em Vohenstrauss, no distrito de Neustadt

«O armazém semiautomático e o WMS aproximam-nos ainda mais das instalações de produção em todo o mundo, mas também dos nossos clientes e das suas necessidades.»

Sistemas logísticos cada vez mais ambiciosos

«O armazém semiautomático e o WMS aproximam-nos ainda mais das nossas instalações de produção em todo o mundo, mas também dos nossos clientes e das suas necessidades», enfatiza Prey. «Através da digitalização e do nosso conceito abrangente e inteligente de intralogística, somos agora capazes de realizar processos logísticos mais sofisticados do que nunca.» Este é um grande sucesso. «Todos os que nos visitam aqui em Vohenstrauss querem ver as instalações novas. Gostamos de lhes mostrar tudo — o armazém está fantástico e impressiona realmente os visitantes.»

O diretor de logística, Andreas Prey, está entusiasmado com a cooperação com a equipa de especialistas da Jungheinrich: «Tudo estava perfeito logo à partida: desde a fase de planeamento e de implementação até à data de lançamento e a fase de arranque supervisionada pelos especialistas da Jungheinrich.» Esta cooperação intensa é rara nesta indústria e não deve ser encarada como um dado adquirido. O ponto alto pessoal para Prey foi o dia da mudança a 2 de janeiro de 2017: «Tudo funcionou da forma que previmos — uma mudança perfeita que levou a intralogística a um nível totalmente novo. Agora estamos preparados para o futuro. As coisas não poderiam ser melhores. O que quer que o futuro nos reserve em termos de crescimento adicional e novos requisitos de clientes, estamos prontos.»

Tem alguma questão?