Stage Exemplos de clientes
Logística com sustentabilidade

O armazém moderno de argila combina produtividade e arquitetura

A filosofia ecológica da empresa é personificada pelo centro de ervas da Ricola. O pavilhão é feito de argila, um material de construção natural. O seu «coração» é um conceito de armazém baseado em distâncias curtas, assim como em 23 dos nossos empilhadores energeticamente eficientes. 

Uma grande empresa com pequeno impacto ambiental

Um empório de doces pode ser encontrado por trás desses pacotes de rebuçados de ervas suíças da Ricola. Em Laufen, na Suíça, a sede da empresa monitoriza exportações para mais de 50 países em todo o mundo. O elemento principal é o centro de ervas nas instalações da empresa. 1,4 milhões de toneladas de ervas frescas são lavadas, secas, cortadas, armazenadas e misturadas todos os anos nesse pavilhão de aproximadamente 3600 metros quadrados. 290 milhões de pacotes saem todos os anos das instalações de produção nas proximidades. Com quase 400 funcionários, a logística tem de garantir operações sem sobressaltos.

A filosofia central da empresa está acima de qualquer outra coisa: proteção ambiental. Tudo na Ricola está estabelecido de forma ecológica — desde os ingredientes naturais à cadeia de abastecimento. A empresa familiar suíça seguiu todas as tendências ecológicas muito antes de se tornarem convencionais. Enquanto defensor da consciência ambiental, a Ricola encarregou os famosos arquitetos Herzog & de Meuron do design do seu centro de ervas com um material natural: é o maior edifício de argila na Europa. Produção e eficiência são uma grande prioridade, por isso, tudo o que acontece nos bastidores também é ecológico. A logística de armazenamento deve ajudar, sobretudo, a reduzir as emissões de CO2.

Thomas Aeschlimann
Operating manager de cultivo de ervas da Ricola

“A solução da Jungheinrich permitiu tornar os nossos processos logísticos internos no armazém eficientes e sustentáveis."

Conceito de armazém com uso ideal do espaço

O nosso conceito de armazém foi o vencedor de uma competição. Este caracteriza-se pela utilização otimizada do espaço e por trajetos curtos. Tudo foi concebido numa linha no nosso armazém de corredores estreitos. É necessário apenas o espaço mínimo para a largura do corredor entre as nossas estanterias de paletização de tipo B no armazém de corredores estreitos. As nossas estanterias de paletização melhoram a utilização do espaço, pois permitem o armazenamento a uma altura mais elevada. Os nossos empilhadores permitem um fluxo regular de materiais.

Empilhadores com poupança de energia

A série EKX 513 de empilhadores para corredores estreitos foi adaptada às necessidades do centro de ervas. O armazém de quarentena, o sistema de corte e a instalação de mistura foram fornecidos por um empilhador elétrico de três rodas EFG 216 k. Um porta-paletes elétrico EJE C20 auxilia a tecnologia de transporte com a produção no edifício adjacente. Os nossos empilhadores também contribuem para a operação ecológica devido ao elevado desempenho e ao baixo consumo de energia. Com a tecnologia trifásica da Jungheinrich, estes atingem uma eficácia otimizada e, ao travar, recuperam energia. Uma carga de bateria é suficiente para dois turnos completos.

«Já tínhamos tido muito boas experiências no que diz respeito à qualidade e à fiabilidade dos equipamentos e também beneficiámos dos conhecimentos da Jungheinrich em termos de equipamento de armazém. Não foi uma decisão difícil», afirma Thomas Aeschlimann, diretor operacional de cultivo de ervas na Ricola. «A solução da Jungheinrich significa que conseguimos tornar os nossos processos logísticos internos no armazém eficientes e sustentáveis.»

Tem alguma questão?